Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

A idéia deste Blog é com o intuito de fornecer informações sobre Ervas e Insumos em geral.

Através de um estudo arduo e minuncioso, conseguimos trazer para vocês informações sobre cada Erva para auxilio de estudo e orientação quanto ao uso.

Vale salientar que todas as Ervas publicadas neste Blog são de fontes verdadeiras. Essas são encontradas sempre ao final de cada texto.

Espero que este Blog seja útil para todos vocês e se possível divulguem para que possamos trocar idéias a respeito dessas maravilhas que a Natureza nos oferece de graça.

Voltem sempre, pois estaremos semanalmente atualizando este Blog com outras Ervas.

Para encontrar a sua erva preferida, clique nas datas ao lado e boa leitura!!!

Abraços,

quarta-feira, 25 de março de 2009

Lírio Florentino

A Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil 1ª edição (1926) reconhece como Lírio Florentino os rizomas das espécies: Iris florentina L., Iris pallida Lam. e Iris germanica L. assim:
“Este rizoma, mondado do súber e privado das raízes, é achatado, ligeiramente arqueado, duro de cor branco-amarelada clara e mede de 10 a 15 cm de comprimento por 3 a 4 mm de diâmetro; sua ramificação é simpodial; cada artículo é atenuado na base e achatado na extremidade anterior, que apresenta uma escavação côncava. Sua face inferior apresenta numerosas cicatrizes circulares amarelo-pardas, deixadas pelo corte das raízes e sua face superior é anelada e pintalgada de pontoações dispostas em série. Sua fratura é plana e farinhosa.
Seu cheiro lembra o da violeta e seu sabor é um pouco amargo, aromático e fracamente acre.”
A espécie Iris florentina L. apresenta flores brancas ou ligeiramente azuladas, de menor porte em relação às outras espécies.
O pó de suas raízes são empregados na perfumaria desde os tempos do Antigo Egito e Grécia. Precisamente em Florença se adquiriu notoriedade no cultivo desta espécie.

Nome Científico: Iris florentina L. Sinonímia: Iris alba Savi; Iris alba florentina Bauh.; Iris albicans lange; Iris florentina Kuntze; Iris officinalis Salisb.

Nome Popular: Lírio Florentino, Lírio de Florença, Lírio Branco e Iris Florentino, em português; Florentinische Iris e Schwertlilie, na Alemanha; Gladiolo Blanco, Iris de Florencia e Lírio Florentino, em espanhol; Iris Armes de France e Iris de Florence, na França; Florentynse Iris, na Holanda; Florentine Iris, Orris Root e White Flag, em inglês; Iride di Firenze, na Itália; Fiolrot, na Suécia.

Denominação Homeopática: IRIS FLORENTINA.

Família Botânica: Iridaceae.

Parte Utilizada: Rizoma.

Princípios Ativos: Óleo Essencial: principalmente composto por ironas (cetonas): alfa, beta e gama, neo-alfa, isso-alfa, neo-isso-alfa, neo-beta, neo-gama; isso-gama e neo-isso-gama-irona; sesquiterpenos; ácido-mirístico; Flavonóides: irilona e irisolona; Fitosterol: beta-sitosterol; Amido; Mucilagens; Oxalato de Cálcio.

Indicações e Ação Farmacológica: Além do seu emprego na perfumaria, o Lírio Florentino é indicado nas afecções respiratórias tais como: bronquite, asma e enfisema; nos espasmos gastrintestinais e diarréias; nas estomatites e moléstias da dentição, externamente.
São apontadas as seguintes ações farmacológicas para o Lírio Florentino: demulcente, aromática, expectorante (antiinflamatória e hidratante), diurética e anti-diarréica.

Toxicidade/Contra-indicações: Em doses elevadas é um purgante drástico. Em estado fresco pode produzir gastrite e vômitos. Topicamente pode originar dermatites de contato.

Dosagem e Modo de Usar:
• Infusão: 200 mg-1g de rizomas secos, três vezes ao dia;
• Extrato Fluido (1:1): 10 gotas, uma a três vezes ao dia;
• Tintura (1:10): 15-30 gotas, uma a três vezes ao dia.

Referências Bibliográficas:
• PR VADEMECUM DE PRECRIPCIÓN DE PLANTAS MEDICINALES. 3ª
edição. 1998.

• ALBINO, R. Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil. 1ª edição. 1926.

• PDR FOR HERBAL MEDICINES. 1ª edição. 1998.

• SOARES, A. D. Dicionário de Medicamentos Homeopáticos. 1ª edição. Santos
Livraria Editora. 2000.

• BRITISH HERBAL PHARMACOPOEIA. BHMA. 1983.

Um comentário:

Thays-atelierosamenina disse...

Olá,gostaria de agradecer pelas informações...e queria te perguntar se sabe algum site que eu possa comprar pó de rizoma de íris,pois moro no interior da Bahia e aqui não temos acesso a essas coisas.Valeu, Thays