Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

Blog desenvolvido para ajudar as pessoas a encontrarem a melhor erva para o seu problema de saúde.

As informações deste blog não pretendem substituir o médico e sim dar um alívio mais imediato ao paciente, evitar consultas por males insignificantes, diminuindo os gastos sociais e deixar os serviços médicos para os casos mais importantes. Serve também para orientar pacientes em locais carentes

Aproveite esta oportunidade e compartilhe com seus amigos.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Estragão



Trata-se de uma planta herbácea, vivaz, apresentando caules eretos, ramosos, cilíndricos e glabros. As folhas são alternas, sésseis, linear-lanceoladas, quase todas inteiras, carnosas e glabras. As flores são pequenas, insignificantes, brancacentas, sempre estéreis, dispostas em panículas alongadas, as quais são compostas de pequenas espigas axilares. O fruto é um aquênio desprovido de cerdas.
A folha do Estragão pode ser usada como condimento, de sabor forte, picante e bastante aromática.

Nome Científico: Artemisia dracunculus L.

Nome Popular: Estragão, em português; Dragoncello e Erba Drago, na Itália; Estragon, na França, em espanhol e na Polônia; Schlangenkraut, na Alemanha; Tarragon, em inglês.

Família Botânica: Asteraceae (Compositae).

Parte Utilizada: Folha.

Princípios Ativos: Óleo Essencial: estragol, metil-cavicol; terpenos: ocimeno, felandreno; Heterosídeos Cumarínicos: herniarina.




Indicações e Ações Farmacológicas: O Estragão é indicado na inapetência, nas dispepsias, na dismenorréia, no reumatismo e nas parasitoses intestinais.
Apresenta a ações aperitiva, eupéptica, carminativa, anti-espasmódica, estrogênica, anti-séptica e antihelmíntica.

Toxicidade/Contra-indicações: Deve-se ter precaução em se utilizar o óleo essencial do Estragão, pois pode haver o aparecimento de reações alérgicas, e, em doses elevadas pode ser estimulante do sistema nervoso central e produzir irritação gastrintestinal.

Dosagem e Modo de Usar:
- Infusão: uma colherada de café por xícara. Infundir durante 10 minutos. Tomar três xícaras ao dia;
- Óleo Essencial: em cápsulas (25 a 50 mg/cápsula), uma a três vezes ao dia.

Referências Bibliográficas:
• PR VADEMECUM DE PRECRIPCIÓN DE PLANTAS MEDICINALES. 3ª edição. 1998.


• CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá!

Eu ando a tentar saber como conseguir cultivar estragão!
Pois, já exprimentei varias vezes semear, em vários tipos de solo e não consigo que nasça nada.

Também já tentei plantar uma pernadinha mas também sem sucesso.

Sabem por acaso de alguma dica?

Abraços

Publicidade