Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

Blog desenvolvido para ajudar as pessoas a encontrarem a melhor erva para o seu problema de saúde.

As informações deste blog não pretendem substituir o médico e sim dar um alívio mais imediato ao paciente, evitar consultas por males insignificantes, diminuindo os gastos sociais e deixar os serviços médicos para os casos mais importantes. Serve também para orientar pacientes em locais carentes

Aproveite esta oportunidade e compartilhe com seus amigos.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Gerânio





Trata-se de uma erva anual, de caule avermelhado, delgado, viloso, intumescido nos nós e ramoso. As folhas são triangulares, alternas, com três a cinco segmentos lobados e apresentam cor verde-clara. As flores são de cor vermelho-violácea, são sustentadas por longos pedúnculos normalmente aos pares, possuem cinco sépalas eretas, onde cada uma termina em um apêndice filiforme vermelho e cinco pétalas inteiras e estriadas. Toda a planta é densamente vilosa, avermelhada e exala um odor desagradável.
A denominação em latim de sua espécie robertianum está relacionada a São Roberto, um bispo de Salzburgo no século VII, o qual possivelmente teria descoberto a propriedade hemostática hemostática desta espécie. É por este mesmo motivo que também é chamada popularmente de Erva de São Roberto.

Nome Científico: Geranium robertianum L. Sinonímia: Geranium briceanum Sweet; Geranium foetidum Gilib.; Geranium graveolens Stokes; Geranium inodorum G.Don; Geranium lebelii Bor.; Geranium lindleyanum Royale; Geranium mediterraneum Jord.; Geranium minutiflorum Jord.; Geranium modestum Jord.; Geranium mosquense Goldm.; Geranium palmatisectum Dulac; Geranium purpureum Vill.; Geranium scopulicolum Jord. ex Nyman; Geranium semiglabrum Jord. ex Bor.; Geranium simile Jord. ex Nyman; Geranium villarsianum Jord.; Robertium minutiflorum Fourr.; Robertium modestum Fourr.; Robertium purpureum Fourr.; Robertium semiglabrum Fourr.; simile Fourr.; Robertium vulgare Picard.

Nome Popular: Gerânio, Erva de São Roberto, Erva Roberto, Pé de Pombo, Bico de Cegonha, Bico-de-grou e Cicuta Vermelha, em português; Ruprechtskraut, Stinkender Storchschnabel e Storchsnabel, na Alemanha; Bec de Grue, Géranium, Géranium Robert, Herbe à L’esquinancie, Herbe à Robert, Patte D’alouquette e Pied de Pigeon, na França; Cicuta Roja, Gerania, Hierba de San Roberto e Pico de Grulla, em espanhol; Roode Ojevaarsbek e Robbrechtskruid, na Holanda; Fetid Crane’s-Bil e Herb Robert, em inglês; Cicuta Rossa, Cimicina, Geranio e Gerânio Roberzino, na Itália.

Denominação Homeopática: GERANIUM ROBERTIANUM.

Família Botânica: Geraniaceae.

Parte Utilizada: Folha e flor.

Princípios Ativos: Óleo Essencial: geraniol, citronelal, linalol, terpineol; Resinas; Taninos; Princípios Amargos: geraniína; Ácidos Orgânicos: málico e cítrico.



Indicações e Ações Farmacológicas: O Gerânio é principalmente indicado nos sintomas de diarréia; nas afecções genitourinárias: cistite, ureterite, uretrite, pielonefrite, oligúria e urolitíase; gota; no sobrepeso acompanhado de retenção de líquidos; na hipertensão arterial; edemas. Topicamente é aplicado em inflamações osteoarticulares, em feridas e ulcerações dérmicas, aftas bucais, parodontopatias, faringite, amidalite, dermatite, prurido, vulvovaginite e blefaroconjuntivite.
Em Perfumaria os perfumes adotam notas róseas.
Os taninos proporcionam uma atividade adstringente, caracterizando o seu uso como antidiarrêico e hemostática. O óleo essencial apresenta um efeito analgésico e anti-séptico. Além disso é apontada ação diurética e hipoglicemiante suave.
Foi demonstrado que uma fração cristalina derivada de um extrato etéreo protege a planta Tabaco de vírus patogênicos que a atacam. O extrato da erva fresca, incluindo o rizoma, demonstrou efeito antiviral contra o vírus da estomatite vesicular.
A fração de um extrato produzido com 80% de etanol demonstrou um efeito inibitório do crescimento da Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus.

Toxicidade/Contra-indicações: Não devem fazer uso desta espécie os indivíduos que possuem hipersensibilidade a óleos essenciais, como também não se deve aplicar topicamente em menores de dois anos ou em pessoas com alergias respiratórias.
É contra-indicado para indivíduos que sofram de gastrite e úlcera gastroduodenal, pois os taninos podem irritar a mucosa gástrica.

Dosagem e Modo de Usar:
• Uso Interno:
- Infusão: Uma colher de sobremesa por xícara e infundir durante 10 minutos. Tomar três vezes ao dia, depois das refeições.

• Uso Tópico:
- Decocção: 30 g/l e ferver durante dez minutos. Aplicar sob a forma de gargarejos, compressas ou banhos oculares.
- Óleo Essencial: em solução aquosa ou oleosa.

Referências Bibliográficas:
• PR VADEMECUM DE PRECRIPCIÓN DE PLANTAS MEDICINALES. 3ª
edição. 1998.

• SOARES, A. D. Dicionário de Medicamentos Homeopáticos. 1ª edição. Santos
Livraria Editora. 2000.

• Segredos e Virtudes das Plantas Medicinais. Reader’s Digest do Brasil. 1ª edição.
1999.

• PDR for Herbal Medicines. 1st editon. Medical Economics. 1998.

• MORGAN, R. Enciclopédia das Ervas e Plantas Medicinais, 8ª edição, 1997.

• VOLAK, J.; STODOLA, J. Plantas Medicinais, 1ª edição, 1990.

Um comentário:

felder disse...

Alô Marco:
Procurando em livros sobre a cura da Leucemia deparei-me com um (Artigo) comentario sobre a cura com o Geranio Robertianum, Queria saber se isto ja foi pesquisado, tenho um amigo que esta com Leucemia e esta tentando de tudo para se curar.
Gostaria de saber se e possivel?
Aonde posso adquirir sementes deste Geranio, ou maiores informações.
Atenciosamente:
Raimundo Felder
Rural Linha São José s/n
Cep;89650 000 Treze Tilias
Santa Catarina

gradeceria uma resposta
Comentario lido no livrete plantas medicinais Irmão cirilo ver Leucemia (grafit Grafica e Editora LTDA) 46 524-5998

Publicidade