Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

Pesquise e estude sobre centenas de ervas disponibilizadas neste blog, com riqueza em informações, pois você irá se surpreender com os detalhes.

Para encontrar a sua erva desejada, veja nas datas ao lado e boa leitura!!!

Gostou? Ajude o blog a se manter no ar!!!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Melissa Lippia



Trata-se de um arbusto que mede de 2 a 3 metros de altura, com caule e ramos primários alongados, ascendentes, quadrangulares quando novos e pubescentes. As folhas são compostas de dois e raramente três folíolos, com formato que varia de oval a oval-oblongo, são agudos, serrilhados, cuneados na base, escamosos por cima, brancacentos por baixo, exalando cheiro de cânfora quando fricicionados. As inflorescências são capítulos subglobosos.

Nome Científico: Lippia geminata HBK. Sinonímia: Lantana lippioides Hook; Lantana mollissima Desf.; Lippia odorata Weigelt.; Lippia alba Gardn.; Lippia citrata Cham.; Lippia lippioides Hook. Et Arn.

Nome Popular: Melissa Lippia, Erva Cidreira do Campo, Alecrim do Campo, Salsa Brava, Salva Brava, Salva, Salva Limão, em português; Oroquez Morada, no México.

Família Botânica: Verbenaceae.

Parte Utilizada: Folha e caule.

Princípios Ativos: Óleo Essencial; Saponinas.

Indicações e Ações Farmacológicas: É antiespasmódica, estomáquica e emenagoga.

Toxicidade/Contra-indicações: Não há referências nas literaturas consultadas.

Dosagem e Modo de Usar: Não há referências nas literaturas consultadas.

Referências Bibliográficas:
• CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.
Postar um comentário