Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

A idéia deste Blog é com o intuito de fornecer informações sobre Ervas e Insumos em geral.

Através de um estudo arduo e minuncioso, conseguimos trazer para vocês informações sobre cada Erva para auxilio de estudo e orientação quanto ao uso.

Vale salientar que todas as Ervas publicadas neste Blog são de fontes verdadeiras. Essas são encontradas sempre ao final de cada texto.

Espero que este Blog seja útil para todos vocês e se possível divulguem para que possamos trocar idéias a respeito dessas maravilhas que a Natureza nos oferece de graça.

Voltem sempre, pois estaremos semanalmente atualizando este Blog com outras Ervas.

Para encontrar a sua erva preferida, clique nas datas ao lado e boa leitura!!!

Abraços,

terça-feira, 10 de março de 2009

Jequitibá

Trata-se de uma árvore grande, de folhas ovaladas ou elíptico-lanceoladas, glabras, margens inteiras ou levemente denteadas; o ápice é obtuso ou levemente obtuso, a base é reflexa e atenuada no pecíolo. As flores são alvas, pequenas, dispostas em panículas terminais.
A casca do Jequitibá está registrada na Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil 1ª edição (1926), sendo encontrada em pequenos fragmentos, mais ou menos curvos, com a superfície externa de cor parda escura, muito irregular, cheia de reentrâncias e de saliências, muito verrucosa e profundamente sulcada em todos os sentidos, principalmente no sentido longitudinal. Sua secção transversal apresenta duas camadas bem distintas: uma camada externa ou peridérmica, pardo-escura, entremeada de algumas zonas mais claras e dispostas irregularmente, e uma camada interna ou liberiana, pardo-avermelhada, muito desenvolvida, finamente estriada no sentido tangencial. É inodora e possui sabor um tanto amargo e adstringente.

Nome Científico: Cariniana brasiliensis Casaretto Sinonímia: Couratari legalis Mart.; Cariniana legalis (Mart.) Kuntze.

Nome Popular: Jequitibá, Jequitibá Rosa, Caixão, Congolo de Porco, Estopa, Jequitibá Branco, Jequitibá Cedro, Jequitibá Cedro, Jequitibá de Agulheiro, Jequitibá Branco, Jequitibá Grande, Jequitibá Vermelho, Pau Caixão e Pau Carga, Jequitibá Róseo, Jecuiba, Ygibybá, em português.

Família Botânica: Lecitidaceae.

Parte Utilizada: Casca.

Princípios Ativos: Taninos.

Indicações e Ações Farmacológicas: Popularmente a casca é adstringente, sendo muito útil nas diarréias e anginas.

Toxicidade/Contra-indicações: Não há referências nas literaturas consultadas.

Dosagem e Modo de Usar: A Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil 1ª edição (1926) cita o Extrato Fluido de Jequitibá.



Referências Bibliográficas:
ALBINO, R. Pharmacopeia dos Estados Unidos do Brasil. 1ª edição. 1926.

CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.

CHERNOVIZ, P. L. N. A Grande Farmacopéia Brasileira. Editora Itatiaia. 2º
volume. 1996.

Nenhum comentário: