Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

Blog desenvolvido para ajudar as pessoas a encontrarem a melhor erva para o seu problema de saúde.

As informações deste blog não pretendem substituir o médico e sim dar um alívio mais imediato ao paciente, evitar consultas por males insignificantes, diminuindo os gastos sociais e deixar os serviços médicos para os casos mais importantes. Serve também para orientar pacientes em locais carentes

Aproveite esta oportunidade e compartilhe com seus amigos.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Chá de Bugre



Arbusto grande ou árvore pequena, chegando a medir até 6 metros de altura e 20 centímetros de diâmetro. Possui casca pardo-vermelho-escura, pouco espessa e com numerosas fendas pequenas. As folhas são alternas, lanceoladas, glabras, luzidias, verde-escuras na página superior e um pouco ásperas na página inferior. As flores são brancas, campanuladas, dispostas em corimbos. O fruto é uma drupa globosa, vermelha, com a aparência do café. É bastante ornamental e de rápido crescimento.
No Brasil é encontrado nos estados de Minas Gerais, Baia, Acre e Goiás. É encontrado também na Argentina e no Paraguai.

Nome Científico: Cordia ecalyculata Vell. Sinonímia: Cordia salicifolia Cham.; Cordia digynia Vell.; Cordia leptocaula Fresen.; Cordia glaziovii Taub.

Nome Popular: Chá de Bugre, Porangaba, Claraíba, Café-de-bugre, Louro-salgueiro e Louro-mole, no Brasil; Araticú-guassú, na Argentina.

Observação: Segundo M. Pio Côrrea (Dicionário de Plantas Úteis do Brasil), tanto a espécie Casearia sylvestris Swartz, quanto a espécie Cordia salicifolia Cham. (sinonímia: Cordia eucalyculata Vell.), são conhecidas no Brasil por Chá de Bugre. Desta forma, surgiram confusões, principalmente com o aparecimento de produtos feitos de Porangaba, outra sinonímia popular da espécie Cordia eucalyculata Vell.
Assim, para evitar esta confusão, optou-se por chamar de “Guaçatonga” a espécie Casearia sylvestris Swartz e a espécie Cordia eucalyculata Vell. de “Chá-de-bugre” (também conhecida por Porangaba).

Família Botânica: Boraginaceae.

Parte Utilizada: Folha.

Princípios Ativos: Alantoína, Cafeína e Potássio.

Indicações e Ações Farmacológicas: O Chá de Bugre, por ser diurético, é utilizado para reduzir o peso e como supressor do apetite. Acredita-se também que ajude a reduzir a celuite. Em 1990, no Japão, cientistas demonstraram que 2,5 mcg/ml de extrato fluido da folha reduziram a capacidade de penetração do vírus da Herpes do tipo 1. Em 1997, pesquisas com coelhos e porcos da Guinea, indicaram propriedades cardiotônicas com a administração das folhas do Chá de Bugre.

Toxicidade/Contra-indicações: Não foram encontradas referências nas literaturas consultadas.

Dosagem e Modo de Usar: Não foram encontradas referências nas literaturas consultadas.

Referências Bibliográficas:

• CORRÊA, M. P. Dicionário das Plantas Úteis do Brasil. IBDF. 1984.

• Internet:
www.rain-tree.com/chadebugre, site que cita as seguintes referências:
1. Bernardes, Antônio, A Pocket Book of Brazilian Herbs, Editora e Arta Ltda,
1984.
2. Hayashi K., et al., Antiviral activity of na extract of Cordia salicifolia on herpes simplex virus type 1. Planta Med, 56:5 Oct, 439-43.
3. Matsunaga, K. et al., Excitatory and inhibitory effects of paraguayan medicinal plants Equisetum gigateum, Acanthpspermum australe, Allophylus edlis and Cordia salicifolia on contraction of rabbit aorta and guinea-pig left atrium. Natural Medicines, 51, 478-481 (1997).

6 comentários:

Anônimo disse...

Esse chá de Bugre, será que existe um limite para ser utilizado no organismo humano? Por exemplo, usei Sibutramina, por recomendação médica, para perder peso, precisei desistir, pois alterou muito a pressão arterial. Por isso, a minha dúvida, ou seja, deve existir um limite de uso? elaineaparecidarosa01@gmail.com

Anônimo disse...

Peço resposta por e-mail, se possível for. elaineaparecidarosa01@gmail.com grata

PIRULITO DE ABACAXI disse...

Vovo diz que só pode tomar 15 dias no mês se não fica anemico. Aumenta o metabolismo e agente fica urinando com coloração escura. Assim q vovo explicou.

Celina Lohder da Silva disse...

O CHÁ DE BUGRE, também é encontrado no Rio Grande do Sul, e é chamada aqui por outros nomes ERVA DE BUGRE e GUASSATUNGA, pode ser usada como chá ou numa infusão em álcool para cicatrização de machucados.

Sepeti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sepeti disse...

Comumente conhecido como chá-de-bugre é a porangaba, cientif. cordia salicifolia. Diferente de guassatonga, casearia eucalyculata, tb no sul conhecido como erva-de-bugre (folhas lisas e verde brilhante, semelhante ao pé de café, tb diurético), os indigenas chamam de erva-de-lagarto.

Publicidade