Pesquisa personalizada

Olá Amigos e Amigas, Bem vindo!!!

A idéia deste Blog é com o intuito de fornecer informações sobre Ervas e Insumos em geral.

Através de um estudo arduo e minuncioso, conseguimos trazer para vocês informações sobre cada Erva para auxilio de estudo e orientação quanto ao uso.

Vale salientar que todas as Ervas publicadas neste Blog são de fontes verdadeiras. Essas são encontradas sempre ao final de cada texto.

Espero que este Blog seja útil para todos vocês e se possível divulguem para que possamos trocar idéias a respeito dessas maravilhas que a Natureza nos oferece de graça.

Voltem sempre, pois estaremos semanalmente atualizando este Blog com outras Ervas.

Para encontrar a sua erva preferida, clique nas datas ao lado e boa leitura!!!

Abraços,

sexta-feira, 6 de março de 2009

Capim Cidrão

O Capim Cidrão é uma erva aromática, originária da Índia e atualmente muito cultivada no Brasil, caracterizada por apresentar de 60 a 80 cm de altura, formando varais touceiras e rizoma curto. As suas folhas são estriadas, longas, ásperas e com margens cortantes. As flores são raras e estéreis, não possuindo sementes. Possui aroma forte e penetrante, semelhante ao do limão, devido ao óleo essencial que se localiza nas células alongadas do parênquima foliar, mais abundante na parte superior das folhas, embora apareçam em toda a planta.
A indústria promove a destilação das folhas do Capim Cidrão, obtendo-se a essência que sempre tem como predominância o citral. Durante a Segunda Guerra Mundial a falta de transportes no Oriente e alta dos preços no mercado propiciou o desenvolvimento da cultura do Capim Cidrão na América, principalmente no Brasil, encontrando-se aclimatado principalmente nas regiões sul e sudeste e sendo muito conhecido também por Erva-cidreira e Capim-limão e utilizando suas folhas como chá com propriedades sedativas do sistema nervoso.

Nome Científico: Cymbopogon citratus (DC.) Satpf. Sinonímia: Andropogon schoenanthus L.; Cymbopogon citirdorus Link; Cymbopogon martini Stapf.; Cymbopogon martinianus Schultes.

Nome Popular: Capim Cidrão, Capim Limão, Erva-cidreira, Capim-caatinga, Capim-cheiroso, Capim-cidreira, Capim-cidrilho, Capim-siri e Capim-santo, em português; Lemongrass e West Indian Lemongrass, em inglês.

Família Botânica: Gramineae.

Parte Utilizada: Folha.

Princípios Ativos: Óleo Essencial: citral (responsável pelo odor de limão) e mirceno principalmente; Alcalóides; Saponinas; Cumarinas e Flavonóides.

Indicações e Ações Farmacológicas: Toma-se o chá do Capim Cidrão principalmente para aliviar pequenas crises uterinas e intestinais, assim como auxiliar no tratamento do nervosismo e em estados de intranqüilidade. Além disso, apresenta propriedade de repelente de insetos, bem como o emprego na indústria de perfumes.
Sua ação calmante e antiespasmódica suave são atribuídas ao citral e a atividade analgésica ao mirceno. Isto explica o seu uso nas dores musculares.

Toxicidade/Contra-indicações: Não se tem notícia de intoxicação por Capim Cidrão. O chá pode ser bebido à vontade.

Dosagem e Modo de Usar:
• Infusão: Cinco a seis gramas por xícara, à vontade.

Referências Bibliográficas:
• COSTA, A. F. Farmacognosia. Lisboa. Fundação Gulbenkian Calouste. 1994.

• MATOS, F. J. A. Farmácias Vivas. 3ª edição. UFC edições. 1998.

• Flora Brasileira – Primeira Enciclopédia de Plantas do Brasil. Volume 1. 1984.

• PDR for Herbal Medicines. 1st editon. Medical Economics. 1998.

• PANIZZA, S. Plantas que Curam (Cheiro de Mato). 7ª edição. 1997.

Um comentário:

Cleiva disse...

oi, gostei muito da informação e gostaria de saber se as folhas podem ser consumidas secas também, pois costumo usá las verdes.